Agressões em UPA levam a Asmec para reunião de urgência com secretário de saúde.

Na última sexta-feira (02/12) a Asmec foi recebida pelo Secretário de Saúde de Curitiba Dr. Cesar Monte Serrat Titton, a reunião foi em caráter de urgência devido as últimas agressões sofridas por funcionários nas Upas.

Foi enfatizado que as agressões físicas e psicológicas vêm ocorrendo e aumentando consideravelmente, principalmente nas UPAS e que a ausência de guarda municipais, falta de servidores, equipamentos e insumos além do fechamento simultâneo de duas UPAS são fatores determinantes para esse aumento.

A prefeitura tem a responsabilidade de assegurar a integridade física e psicologia dos servidores, a esse respeito um documento foi protocolado e entregue em mãos para o Sr. Secretário.

                                                                 

  Servidora agredida na UPA Pinheirinho.

Recebemos também a informação que as Horas extras realizadas serão realmente pagas no próximo dia 9 e que a UPA do Boqueirão terá sua reabertura também nesta data. As horas extras para setores críticos (UPAS, SAMU, Vigilância, etc.) serão mantidas e o número de horas disponível para cada setor será informado as chefias  já nesta segunda.

Fina
lizando a reunião Dr Cesar deixou claro que será feito o melhor para melhorar o quadro atual.

A ASMEC tem como um de seus objetivos a defesa de dos servidores de enfermagem e neste contexto, como entidade que trata especificamente de assuntos ligados a enfermagem, qualquer tipo de agressão, física ou psicológica ou ainda assédios de qualquer tipo não podem frutificar devendo essas violências serem de pronto rebatidas e para isso nosso departamento jurídico está à disposição dos associados.

Por Marcos Elias

Deixe uma resposta